As entradas de Sobral estão fechadas para transportes coletivos interurbanos. A medida visa reduzir o risco de aglomeração e dificultar a circulação do novo coronavírus na cidade. Guardas Civis Municipais abordam e orientam os condutores a retornarem aos seus municípios de origem. A ação atende às determinações contidas nos decretos municipal e estadual para enfrentamento ao Covid-19.

Neste momento, a Guarda Municipal mantem barreiras nos seguintes ponto:

1 - Avenida Senador Fernandes Távora (em frente ao Atacadão);
2 - Rua Caetano Figueredo (bairro Cohab II);
3 - Avenida Monsenhor Aloísio Pinto (rotatória da BR 222);
4 - Avenida Senador Ermírio de Morais (rotatória da entrada do distrito de Jordão);
5 - Avenida Cleto Ferreira da Ponte (bairro Renato Parente);
6 - Avenida Euclides Ferreira Gomes (próximo à 6ª CREDE)

A Prefeitura de Sobral, por intermédio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Econômico (STDE), está realizando uma grande faxina no mercado público. Tanto as calçadas quanto a parte interna do prédio estão passando por uma profunda limpeza. Na parte interna estão sendo retirados restos de materiais, como caixas de frutas e papelão. Os banheiros também estão passando por uma reforma emergencial.

O mercado, que permanece fechado desde domingo (22/03) por prevenção ao coronavírus, retornará o seu funcionamento na quarta-feira (25/03). De acordo com o secretário da STDE, Inácio Ribeiro, o mercado público será reaberto de forma experimental, obedecendo uma logística que garanta a segurança tanto de usuários quanto de permissionários.

“Nós vamos fazer uma experiência. Os boxes de números pares funcionarão em um dia e os de números ímpares no outro. O objetivo é garantir a distância mínima recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), de 2 metros”, disse o secretário.

Ele informou que, por motivos de prevenção, as calçadas do mercado só estarão disponíveis para pedestres, não sendo permitida a comercialização de produtos nas calçadas ou no seu entorno.

Durante o período de quarentena, com o objetivo de regular o fluxo de pessoas que vão ao local, apenas uma entrada do mercado ficará aberta. Ainda por motivos de prevenção, só será permitido o trabalho de permissionários que tenham idade abaixo de 60 anos e que não apresentem quadro de comorbidade (pessoas com doenças associadas).

ATUALIZAÇÃO 28/03/2020, às 18h54

 

 

ATUALIZAÇÃO 27/03/2020, às 19h

 

 

 

ATUALIZAÇÃO 26/03/2020, às 20h05.

 

 

ATUALIZAÇÃO 25/03/2020, às 20h19.

 

ATUALIZAÇÃO 24/03/2020, às 18h20.

 

Prefeitura está montando hospital para atender pacientes com coronavírus

A Prefeitura de Sobral vai iniciar a montagem da estrutura para a criação de um hospital, que funcionará na clínica Dr. Francisco Alves. A unidade contará com 50 leitos, sendo 11 de terapia intensiva (UTI). O objetivo é receber, neste local, doentes acometidos pelo novo coronavírus, causador da Covid-19.

Para concluir com rapidez o novo hospital, a população e as empresas podem ajudar, tanto com doações de materiais quanto em dinheiro. Para isso a Prefeitura abriu uma conta específica na Caixa Econômica Federal para receber os recursos: banco 104, agência: 0554, conta: 721-0, operação: 006. Titular: PMS Sobral (CNPJ: 07.598.634/0001-37). 

Entre os materiais solicitados para doações estão: lençóis, máscaras, roupas de pacientes (camisola e calções), colchões, insumos médico-hospitalares, respiradores e monitores. 

De acordo com a secretária da Saúde, Regina Carvalho, já existe um importante grupo se mobilizando e se solidarizando com a montagem do novo hospital. “Mas nós precisamos nos unir e contamos com a ajuda de todos”, disse a secretária.  

As doações de materiais podem ser entregues na Clínica Dr. Francisco Alves (Rua Paulo Aragão, 605, Centro). 

Confira a lista completa dos materiais para doações nos links: 

Enfermaria adulto AQUI 
UTI adulto AQUI

 
  

 ATUALIZAÇÃO 23/03/2020, às 19h40. 

O boletim da Secretaria da Saúde, divulgado na noite desta segunda-feira (23/03), mostra que o município de Sobral tem 3 casos confirmados de Covid-19.

Até o momento, o município já notificou 118 casos, dos quais 7 já foram descartados, 3 confirmados e 108 estão aguardando resultado dos exames laboratoriais ou coleta. Existem 4 pacientes de Sobral internados no Hospital Regional Norte (HRN) e Hospital Doutor Estevam, com suspeita de Covid-19.

Honrando o compromisso de manter a transparência, a Prefeitura de Sobral informa que na data de hoje (23/03), infelizmente, uma paciente que estava internada no HRN, do sexo feminino, com 51 anos, moradora do município de Forquilha, veio a óbito, sem diagnóstico confirmado para Covid-19. Portanto, ressaltamos que o município de Sobral segue sem registros de óbitos pela Covid-19.

Nesse momento, é muito importante que você seja informado com notícias verdadeiras. Para isso, a Prefeitura de Sobral atualiza diariamente todas as informações, através de seus canais oficiais de comunicação.  

É importante, ainda, que todos fiquem atentos às medidas de prevenção.

 

 

ATUALIZAÇÃO 23/03/2020, às 13h.

 

 

 ATUALIZAÇÃO 22/03/2020, às 20h35.

 

ATUALIZAÇÃO 21/03/2020, às 19h33.

 

 

 ATUALIZAÇÃO 20/03/2020, às 18h.

O boletim da Secretaria da Saúde de Sobral, divulgado no fim da tarde desta sexta-feira (20/03), mostra que o município de Sobral tem 1 caso confirmado de COVID-19.

Até o momento, o município já notificou 35 casos, dos quais 5 já foram descartados, 1 confirmado e 29 estão aguardando resultado dos exames laboratoriais.

O paciente que teve o caso confirmado e outros 29 pacientes que aguardam resultado dos exames estão estáveis e em isolamento domiciliar.

Deste modo, é importante que todos fiquem atentos às medidas de prevenção.

 

 ATUALIZAÇÃO 19/03/2020, às 18h.

 

 O boletim da Secretaria da Saúde de Sobral, divulgado no fim da tarde desta quinta-feira (19/03), mostra que o município de Sobral tem 1 caso confirmado de Covid-19.

Até o momento, o município já notificou 20 casos, dos quais 2 já foram descartados, 1 confirmado e 17 estão aguardando resultado dos exames laboratoriais.

O paciente que teve o caso confirmado e todos os 17 pacientes que aguardam resultado dos exames estão estáveis e em isolamento domiciliar.

Deste modo, é importante que todos fiquem atentos às medidas de prevenção.

 

 ATUALIZAÇÃO 18/03/2020, às 18h.

 

O boletim da Secretaria da Saúde de Sobral, divulgado no fim da tarde desta quarta-feira (18/03), mostra que o município de Sobral tem 1 caso confirmado de Covid-19.

Até o momento, o município já notificou 15 casos, dos quais 2 já foram descartados, 1 confirmado e 12 estão aguardando resultado dos exames laboratoriais.

O paciente que teve o caso confirmado e todos os 12 pacientes que aguardam resultado dos exames estão estáveis e em isolamento domiciliar.

Deste modo, é importante que todos fiquem atentos às medidas de prevenção.

Para esclarecer dúvidas sobre o novo coronavírus, acompanhe as redes sociais da Secretaria da Saúde e da Prefeitura de Sobral.

 

 ATUALIZAÇÃO 17/03/2020, às 18h.


O boletim da Secretaria da Saúde de Sobral, divulgado no fim da tarde desta terça-feira (17/03), mostra que o município tem 1 caso confirmado de Covid-19.

Até o momento, o município já notificou 8 casos, dos quais 2 já foram descartados, 1 confirmado e 5 estão aguardando resultado dos exames laboratoriais.

O paciente que teve caso confirmado e todos os 5 pacientes que aguardam resultado dos exames estão estáveis e em isolamento domiciliar.

Deste modo, é importante que todos fiquem atentos às medidas de prevenção.

 

 ATUALIZAÇÃO 16/03/2020, às 18h.

O boletim da Secretaria da Saúde de Sobral, divulgado no fim da tarde desta segunda-feira (16/03), mostra que o município continua sem casos de Covid-19.

Até o momento, o município já notificou 5 casos, dos quais 2 já foram descartados e 3 estão aguardando resultado.

Os 3 pacientes encontram-se estáveis e em isolamento domiciliar, aguardando resultados dos exames laboratoriais.

 

 

O que é Covid-19?
É uma doença causada pelo novo tipo de coronavírus identificado neste ano, que leva o nome de Sars-Cov-2. Ele pertence à família de vírus de mesmo nome que causa infecções respiratórias. O vírus tem esse nome porque seu formato, quando observado em microscópio, se assemelha a uma coroa.

Prevenção
- Lavar bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão, e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las;
- Usar álcool em gel, que também serve para limpar objetos como telefones, teclados, cadeiras, maçanetas, etc;
- Para a limpeza doméstica recomenda-se a utilização dos produtos usuais, dando preferência para o uso da água sanitária;
- Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
- Cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Também é necessário evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.
- Para a higienização das louças e roupas, recomenda-se a utilização de detergentes próprios para cada um dos casos. Destacando que é importante separar roupas de uso pessoal e roupas de cama de pessoas infectadas para que seja feita a higienização à parte. Caso não haja a possibilidade de fazer a lavagem destas roupas imediatamente, a recomendação é que elas sejam armazenadas em sacos de lixo plástico até que seja possível lavar;
- As máscaras faciais descartáveis devem ser utilizadas por profissionais da saúde, cuidadores de idosos, mães que estão amamentando e pessoas diagnosticadas com o coronavírus;
- Evitar aglomerações, principalmente em locais fechados.

Sintomas
- Febre;
- Espirros;
- Tosse;
- Coriza;
- Falta de ar.

Histórico
Em 31 de dezembro de 2019, o escritório da Organização Mundial de Saúde, na China, foi informado sobre casos de pneumonia de causa desconhecida, detectada na cidade de Wuhan, na província de Hubei.

Entre 31 de dezembro de 2019 e 3 de janeiro de 2020, um total de 44 pacientes foram notificados. Em 7 de janeiro as autoridades chinesas identificaram em exames laboratoriais que a causa era um novo tipo de coronavírus.

Apesar da situação atual, o coronavírus não é recente. Os primeiros foram identificados em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do seu formato, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem. Os mais comuns e que já circulam no nosso ambiente geralmente causam sintomas leves a moderados nas vias respiratórios, semelhantes a uma gripe comum.

Outros tipos de vírus podem causar síndromes respiratórias graves, como a síndrome respiratória aguda grave que ficou conhecida pela sigla SARS (do inglês Severe Acute Respiratory Syndrome). Ela é causada por um tipo de coronavírus (chamado de Sars-Cov) que teve os primeiros relatos na China em 2002. O vírus se disseminou rapidamente para mais de doze países na América do Norte, América do Sul, Europa e Ásia, infectando mais de 8 mil pessoas e causando cerca de 800 mortes, antes de ser controlada em 2003. Desde 2004, nenhum caso de SARS tem sido relatado mundialmente.

Em 2012, foi isolado outro novo coronavírus inicialmente na Arábia Saudita e, posteriormente, em outros países do Oriente Médio, na Europa e na África. Pela localização dos casos, a doença passou a ser designada como síndrome respiratória do Oriente Médio, cuja sigla é MERS (Middle East Respiratory Syndrome) e o novo vírus nomeado coronavírus de MERS-CoV.

Motivada pelo anúncio do prefeito Ivo Gomes de que a Prefeitura garantirá a alimentação de estudantes em situação de risco de desnutrição, mesmo durante o período em que as escolas municipais permanecerão fechadas, como medida de enfrentamento ao novo coronavírus, a D&R Distribuidora, que representa os produtos Coca-Cola na região Norte do Estado, fará a doação de quase 900 embalagens de 200 ml do suco Ades para a Secretaria da Educação. O produto irá compor os kits de alimentos que serão doados aos estudantes.

“O pronunciamento do prefeito nos tocou profundamente, por isso decidimos contribuir com essa atitude nobre”, disse Leandro Carneiro, gerente de vendas da D&R Distribuidora. De acordo com o secretário da Educação de Sobral, Herbert Lima, “a secretaria irá comunicar aos pais e responsáveis, pelas redes sociais, o calendário de entrega dos kits de alimentos”, que serão destinados aos estudantes em situação de risco de desnutrição e beneficiários de programas sociais em situação de vulnerabilidade social.

Conforme determina o Decreto Municipal Nº 2.371, de 16 de março de 2020, as atividades nas escolas públicas e privadas estão suspensas desde o dia 17 de março até o dia 31 de março. Essas e outras medidas preventivas seguem as recomendações da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde para reduzir as possibilidades de transmissão do novo coronavírus (Covid-19).

Outras informações sobre a entrega dos kits de alimentação escolar ou sobre outros serviços da Secretaria da Educação podem ser obtidas pelos seguintes contatos:

WhatsApp - (88) 9.9993-3282
Telefone - (88) 3677-1191
E-mail - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O Centro de Referência Especializado da População em Situação de Rua (Centro Pop), unidade ligada à Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), está tomando as precauções necessárias para oferecer um melhor cuidado para a população em situação de rua, por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19). A Sedhas informa que o serviço será mantido em funcionamento por ser essencial à esta população.

Dentre as medidas tomadas, a unidade está fazendo o acolhimento dos usuários de forma a não aglomerá-los. Ao mesmo tempo, a equipe está oferecendo dicas de higienização das mãos e outras formas de prevenção. Outra medida que está sendo tomada é a sensibilização daqueles que têm moradia em Sobral para retornarem às suas casas, enquanto a situação se acalma.

“Sabemos que a população em situação de rua é mais vulnerável ao problema e temos recebido questionamentos sobre o que estamos fazendo para cuidar deste público. Alguns sugerem que o Centro Pop os retire da rua, mas é uma política que não podemos praticar. O que podemos fazer é dar orientações, manter o serviço aberto oferecendo as refeições, banho e sensibilizarmos para a importância do isolamento como forma de deter o vírus. É sempre importante lembrar que a estadia nas ruas é, na maioria das vezes, uma escolha da pessoa, provocada por conflitos familiares e também por questões socioeconômicas. A unidade não tem como obrigar os usuários em situação de rua ao confinamento”, informa a gerente de Proteção Social Especial da Coordenadoria de Assistência Social, Brígida Lima.