No fim de fevereiro, o Secretário de Finanças da Prefeitura de Sobral, Ricardo Teixeira, apresentou, na Câmara Municipal, a evolução das receitas e despesas, valores alcançados e as metas atingidas referentes ao 3º quadrimestre de 2017. A ação se deu em cumprimento ao artigo 48 da Lei de Responsabilidade Fiscal. Estiveram presentes os vereadores Paulo Vasconcelos (PDT), presidente da Câmara, e Rogério Arruda (PP), além da contadora da Prefeitura de Sobral, Maria de Fátima Vasconcelos.

Na ocasião, Ricardo Teixeira explanou sobre as instruções de transparência da gestão fiscal, falou sobre os planos, orçamentos e leis de diretrizes orçamentárias, prestação de contas, relatórios resumidos da Execução Orçamentária e o Relatório de Gestão Fiscal, bem como apresentou suas versões simplificadas. Também foi feita amostragem e um comparativo entre os anos de 2016 e 2017 da receita total de ICMS, FPM, ISS, ITBI e IPTU.

Ficou acertado a ampla divulgação dos instrumentos de transparência da gestão fiscal (também em suas versões simplificadas), inclusive nos meios eletrônicos de acesso público.

A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer (SECJEL), e Escola de Cultura, Comunicação, Ofícios e Artes (Ecoa), realiza nessa sexta-feira (09), a partir das 19 horas, na Casa da Cultura de Sobral, a oitava edição do Projeto ‘Diálogos com Arte’. Dessa vez aborda o tema "Os Femininos e a arte: Trajetórias de (r)existência”.

O projeto propõe reflexões acerca dos campos da arte e traz a cada edição, convidados ativistas, militantes e pesquisadores das áreas da cultura. Como parte das comemorações do Dia Internacional da Mulher, a roda de conversa contará com a participação das artistas Fran Nascimento Tereza Dequinta, Quézia Carvalho e Rayssa Cristina.

A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer (SECJEL), realiza o espetáculo “Cão sem plumas”, da Companhia de dança Deborah Colker. O balé apresentará, no dia 23 março, um poema homônimo inspirado na obra de João Cabral de Melo Neto, que representa a pobreza e a riqueza do Estado de Pernambuco.

“O poema é o encontro da exuberância com a tragédia, da riqueza com a miséria” diz Deborah Colker. O espetáculo será gratuito e acontece às 20 horas, na Praça São João.

Composto por bailarinos cobertos por lama, o poema é dividido em quatro partes e acompanha a sujeira das águas, a miséria da população ribeirinha, a desigualdade social, mas também a capacidade que homens e o rio têm de se manter vivos. Aparecem personagens fundamentais para este trabalho, como os homens-caranguejo, pessoas que vivem e trabalham em torno do mangue.

Para a composição do espetáculo os bailarinos passaram por oficinas com moradores de seis cidades e aprenderam sobre as manifestações culturais da região. Conheceram a seca, entraram no mangue e foram em favelas onde pessoas vivem sobre o lixo. O espetáculo conta com imagens captadas pelo cineasta pernambucano Cláudio Assis e a trilha sonora fica por conta dos músicos, também pernambucanos, Lirinha e Jorge dü Peixe, do grupo Nação Zumbi.

O programa "Estação das Artes", do Instituto ECOA Sobral, comunica que ainda há vagas para o curso "Formação básica em percussão”. As aulas iniciaram dia 05 de março, nas Estações Juventude, com o professor e músico Wanderson de Maria. As inscrições são presenciais e podem ser feitas na sede do Instituto ECOA ou nas Estações Juventude.

Novas vagas foram abertas para quem deseja participar do Programa de Desenvolvimento Esportivo e Social - PDES. Os interessados devem se dirigir ao Ginásio Poliesportivo Dr. Plínio Pompeu e preencher a ficha de inscrição disponível.

O programa envolve crianças e adolescentes em formações esportivas nas modalidades de basquete, vôlei, handebol, futsal, futebol, capoeira e dança. Durante o turno da manhã e tarde. Confira a grade de horários e não fique de fora.